7 de abril de 2013

O garoto do meu celular - Capítulo 2: "A garota do meu celular"

Vim morar no Rio há pouco mais de um ano. Meus pais se separaram e minha mãe voltou pra casa dos meus avós, me trazendo junto. No começo foi difícil, senti muita falta de São Paulo. Falta da galera, falta da escola, falta do sotaque, falta da garoa e falta das minhas minas. Achei que fosse pirar aqui e não ia conseguir me acostumar de jeito nenhum. Minha mãe, então, comprou uma bicicleta e me deu para andar e conhecer mais o bairro.

- Você vai amar a Tijuca, Rick. Pegue a bicicleta e comece a andar por aí pra conhecer. A Conde de Bonfim é agitada, mas tem muitos parquinhos e áreas residenciais por aqui, além do shopping, claro. 

Eu não podia dizer que ela não estava se esforçando, claro. Mas, desde quando eu ligo pra shopping? Ela só podia estar enlouquecendo. De qualquer forma, em janeiro é muito quente no Rio, achei que dar umas pedaladas não seria nada mal pra refrescar, conhecer o ambiente, e ver como é o naipe das garotas dessa cidade (eu podia estar saudoso mas não estava morto né?).

Lá fui eu, decorei o caminho e lugares próximos a minha casa, pra não me perder na volta, e decidi me aventurar pelas ruas. Andei por cerca de uma hora, parei pra tomar açaí e pensar nas primeiras impressões: o bairro era bacana, tranquilo com muitos idosos e muitos cachorros nas ruas. Tinha um clima familiar e as garotas mantinham um bom padrão de beleza, mas em sua maioria eram iguais. Que bom, me poupava o trabalho de me desdobrar pra conquistá-las. Provavelmente, a mesma cantada funcionaria com todas. O dia ensolarado e com mais de 40º já estava findando, com um sol maravilhoso, diga-se de passagem.

Peguei a bicicleta e voltei para casa, quase me perdi mas achei a Rua Deputado Soares Filho. Entrei no prédio, falei com o porteiro, e decidi tirar a camisa, para não sujar o chão com suor. Já estava indo para o elevador quando a vi. Cabelos cacheados, bochechas rosadas, havaianas e shorts, parecia um anjo. Tentei me endireitar pra não ficar de boca aberta quando senti ela me olhar também. Sua bochecha corou ainda mais; linda, abaixou os olhos e desejou uma boa tarde pra mim e pro João, o porteiro. 

Não sei muito bem explicar o que aconteceu, mas entrei no elevador um pouco tonto, e o perfume de morango que ela deixou no ar, só fez piorar o meu estado. Tinha que saber mais dela! Será que morava ali no prédio, onde estudava? Qual era o seu nome? Olhei pro chão e vi um prendedor de cabelos, levei ao nariz e tinha exatamente o cheiro que ela deixou no ar. Tinha que ser dela. Interrompi o elevador  antes que ele fechasse e voltei pra interrogar o João.

- Cara, acho que aquela menina esqueceu esse prendedor no elevador. Sabe quem é? 
- A Mel? Ela mora no prédio de frente, a sua amiga, Camila, mora aqui. Ela vem as vezes.
Aquele anjo mora na frente do meu prédio!!!
- Ah, legal, tem algum contato dela pra eu tentar devolver o treco do cabelo?
- Hum... acho que uma vez ela deixou um recado pra Camila aqui na recepção com o número de telefone dela, só um instante...
Telefone? Essa cara era meu anjo da guarda!
- Aqui, achei. Anote aí.

Subi meio tonto com aquilo tudo. Finalmente o Rio de Janeiro começava a ter graça. Eu tinha o telefone dela, como ia fazer agora? Tinha que pensar num plano. Entrei em casa e ouvi minha mãe falando com minha  vó sobre a vizinha e sua filha, a Camila. "Gente muito boa", definiu minha avó. 
- Mãe, tinha uma menina junto também, a Melissa, acho. Ela mora aqui também?
Ouvi mais atentamente...
- Ela mora aqui no prédio da frente. Inclusive a janela dela dá de frente com a janela do quarto do Rick.

Não consegui ouvir mais nada... aquele anjo era a vista da minha janela? Cara, Deus existe mesmo!
Melissa, Mel, como o João chamou, tenho que saber mais, ver mais. Fui tomar banho e tentar processar o que faria depois. Jantei e fui me deitar, quando a vi passar em frente a janela. Apaguei a luz do meu quarto e fiquei esperando. A luz do local da janela se apagou, e o ambiente ficou escuro, a não ser por um pequeno brilho, reconheci como um celular. A Mel estava mexendo nele, e eu tinha seu número em minhas mãos.

Liguei o whatsapp, adicionei seu número. Precisava falar com ela, inventaria qualquer história. Precisava saber mais dela. 
- Preciso conversar com você, acho que estou apaixonado e não sei o que fazer pra conquista-la. O que eu faço, mano?
- Oi... como é?
- Cara, vc não faz ideia de como ela é linda. E um mistério, sem dúvidas este lugar faz mais sentido agora.
- Desculpe, nos conhecemos?
- Cara, é o AL. Claro que nos conhecemos! (a cara de pau em pessoa)
- Acho que não, vc deve ter adicionado o número errado. Meu nome é Mel.
- Cara, para de brincar comigo e me ajuda com a garota.
- Olha, AL, juro que não sou esse seu amigo, mas se quiser posso te ajudar com a menina...

E assim, aqui, começou a minha história com a Mel. Ficamos as férias inteiras trocando mensagens o dia todo. 10, 20, 30 dias, meu Deus, eu não ia enjoar nunca?

Até fiz minha mãe me matricular no mesmo colégio que ela. Todos os dias a via, e a cada vez que falava com ela, me apaixonava mais.

O que fazer a seguir? Como me declarar... 

...............................................................................................

Esperei na frente da escola, não aguentava mais ficar sem vê-la. Cheguei mais cedo e fiquei esperando, não ia aguentar até o recreio e não queria dar bandeira de seguí-la desde o prédio até a escola. Todo ônibus que estacionava, meu coração parava junto. Até que ela chegou, com as bochechas rosadas que eu adoro! No meio do caminho, ela tropeçou. Não queria parecer estar prestando atenção nela para não assustá-la mas não consegui me conter em ir ao seu encontro ajudá-la.

Ela não quis minha ajuda. Por Deus, eu devo tê-la assustado. Preciso me controlar mais, ainda mais quando eu sabia que ela estava apaixonada por outro cara. Peguei o celular, tinha que falar algo pra ela. Meu anjo, minha Mel. Mal posso esperar o recreio para vê-la outra vez...

continua...

20 comentários:

  1. BOA NOITE, PARTICIPO DO SITE DE TODOS OS BLOG E CURTO.
    O seu blog é diversificado sucesso amei, se você puder der uma passadinha no meu blog, por favor retribui a inscrição. Agradeço a todos os blog pelos recados, sigo todos.
    http://instagram.com/nequerenreis
    http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/pages/Batom-Vermelho/490453494347852?fref=ts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To inlove com a história hehe ♥ Quero mais!

      bju :**

      www.estupidaeopiniosa.com

      Excluir
  2. Que legal! Adoro quando um texto passa em um lugar que conheço :-)
    Bjs, Tati B
    www.fuxicariafeminina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi sua lindaa!!!!

    como anda no html do blog, conseguiu resolver aquele probleminha do dominio?

    Enfim, simplesmente adorei o seu texto, o blog, tudo!!!!
    super boa sorte para você também!!

    ps: fiquei com uma dúvida, como eu faço para seguir você por aqui??

    beijocas, Carol
    http://www.blablablacarol.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uma fofaaa!!!
      Já adicionei a opção de seguir!
      super beijos!

      Excluir
  4. Retribuindo sua visita lá no blog!
    Bem legal o texto ! estou com um lá no blog , tbm estou no 2° capitulo se puder passa lá?
    bjs! Seguindo flor

    http://blogadolescentequalquer.blogspot.com.br/search/label/Texto%3Astay%20strong

    ResponderExcluir
  5. Nossa que fofo!
    Estou ansiosa pela continuação!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Pooooooostaaaaa mais, pleaaaseeeee *--*

    ResponderExcluir
  7. Vou postar, meninas! Tô apaixonada pelo Rick e pela Mel! Vão ter muito mais capítulos!!! Beijoooooooooooooooooooossss

    ResponderExcluir
  8. Adorei, e estou muito ansiosa pela continuação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prih, sua linda! Já já vou postar mais!!!
      Obrigada por comentar!

      Excluir
  9. Nossa mt legal!!! vou começar a ver seu blog tbm beijinhos!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. *--* eu adoro msm histórias assim! parabens flor! eu vou msm todo dia ver seu blog! A Taci aceertou em indicar vc! Perfeita! Bj

    ResponderExcluir
  12. Joyce, ammmaaannndddooooooo *.*
    Estou super apaixonada pelo desenrolar da historia,eu tambem escrevo uma historia ( eu e meu marido) e a nossa também se passa na tijuca. Tenho vontade de colocar ela no blog também. Nada melhor do que falarmos de lugares que conhecemos, a historia fica mais intima :)
    você mora no rio?
    gostei muito de vc escrever mostrando os 2 angulos da historia
    AMMMEIIIII <3
    http://coisasdazuh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PODE COLOCANDO NO BLOG! Agora eu que quero ler *-*
      Moro no Rio siimmmmm e AMO a Tijuca! :D

      beijos, flor!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...